Buscar
  • henriquecorreia196

"Funchal" volta a "navegar" para ser 5 estrelas no cais da Matinha em Lisboa


Hotel, casino, restaurante, discoteca e apesar de 5 estrela terá quartos a 30 euros.



O Funchal vai voltar a "navegar", agora em doca seca. O dono, o ex-ator Brock Pierce, com 11 investidores, estão a transformar o navio que na década de sessenta fazia a ligação entre o continente e os Açores e Madeira, num hotel de 5 estrelas, parado no Cais da Matinha, em Lisboa, mas a "navegar" a sua história com novo e rico revestimento.

O "Funchal" terá Casino, discoteca, restaurante. E o hotel, apesar de ser um 5 estrelas, terá quartos a 30 euros, revelou uma reportagem hoje emitida pela TVI.

O navio não navegava desde 2014 e o seu fim, o desmantelamento, chegou a ser anunciado.

O "Funchal" foi construído pelo estaleiro Helsingør Skipsværft A/S, na Dinamarca, por encomenda da Empresa Insulana de Navegação, com projecto de Rogério de Oliveira. Foi o maior navio de passageiros construído na Dinamarca à data da sua entrega em Outubro de 1961, tendo sido lançado ao mar a 10 de Fevereiro de 1961. Tinha então como função a ligação marítima regular entre Lisboa e as ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, efectuando mensalmente duas viagens consecutivas com o itinerário Lisboa - Funchal - Tenerife - Funchal - Lisboa seguidas de uma viagem aos Açores via Funchal. Integrava na década de 1960 uma importante frota de navios e passageiros portugueses constituída à época por mais de vinte unidades, com destaque para os navios "N/T Infante Dom Henrique","N/T Santa Maria", "N/T Vera Cruz" e "N/T Príncipe Perfeito", os quatro maiores paquetes portugueses, abatidos em 1977 (quando da venda para serviço estático em Sines), 1973 e 1976, respectivamente" (Wikipédia).



13 visualizações