Buscar
  • Henrique Correia

Governo assina protocolo para pagar 438,81 euros a taxistas, incluindo gerentes


Acordo assegura a concessão de um apoio financeiro aos profissionais do setor que exerçam atividade na Região".





Está oficializado o apoio financeiro no valor equivalente a um IAS por cada trabalhador (438,81 euros), incluindo gerentes e sócios-gerentes, para a atividade dos industriais de táxi.

Esta manhã, no Salão Nobre da Vice-Presidência do Governo Regional, ocorreu a assinatura do memorando de entendimento entre o Governo Regional e as associações representativas, num ato que contou com a presença do representante do Governo Regional, o vice-presidente do Executivo, Pedro Calado, e o secretário regional da Economia, Rui Barreto. A representar os motoristas de táxi, participaram quatro associações representantes do setor: a AITRAM, a TAXISRAM, a ASAT e a CPPME. De referir que, das quatro associações presentes, só três assinaram o memorando, ficando de fora a CPPME.

O documento assinado entre as diversas partes visa "viabilizar a cooperação técnica e financeira entre o Governo e os representantes dos Táxis, assegurando a concessão de um apoio financeiro aos profissionais do setor que exerçam atividade na Região".

Para este efeito, sublinha a mesma nota, será celebrado um contrato-programa destinado a conceder a cada uma das associações uma comparticipação financeira, dotando dos meios financeiros necessários à concessão dos apoios. O apoio complementar vai abranger cerca de 1.900 motoristas de táxi de toda a Região Autónoma da Madeira.

5 visualizações