Buscar
  • Henrique Correia

Governo Regional manifesta "profundo pesar" pela morte de Jorge Ventura


"É este ilustre Madeirense que o Governo Regional e o seu Presidente pretendem homenagear, também na hora da sua morte"


O Governo Regional e o seu presidente, Miguel Albuquerque, vêm manifestar o mais profundo pesar pelo falecimento, ontem, no Funchal, vítima de ataque cardíaco, do jornalista Jorge Ventura", refere uma nota hoje emitida pela Quinta Vigia.

À família, o Executivo madeirense e o seu presidente "endereçam as suas mais sentidas condolências pelo falecimento de um dos mais brilhantes jornalistas madeirenses de todos os tempos, de um homem que marcou, perenemente, a televisão e a rádio madeirenses. Nesta hora de dor, associam-se na dor pela partida de um homem íntegro, competente e um excelente profissional.

Jorge Ventura foi durante vários anos um dos rostos da RTP Madeira, tendo ficado sobretudo conhecido pelo período em que foi um dos pivôs do telejornal. Isto para além de várias reportagens que marcaram a história do Centro Regional da RTP Madeira. Foi ainda professor na escola secundária Jaime Moniz.

Estava reformado já do jornalismo, apesar de continuar um cidadão atento à realidade da Região, sempre na defesa intransigente dos valores da informação isenta e verdadeira, ideais que sempre perfilhou ao longo da sua carreira".

O jornalista contava 72 anos de idade e integrou, em 1978, os quadros da RDP Madeira, tendo passado em 1987 para a RTP onde foi jornalista e apresentador do Telejornal, entre outras funções.

"É este ilustre Madeirense que o Governo Regional e o seu Presidente pretendem homenagear, também na hora da sua morte, sublinhando a sua gratidão para com os relevantes serviços prestados em nome da nossa Região e em defesa de um valor tão elevado como a liberdade da imprensa", termina a nota


4 visualizações