Buscar
  • Henrique Correia

Grupo de trabalho faz renascer esperança dos lesados do Banif e do Bes


Governo da República anuncia pretensão que tinha sido transmitida a Marcelo Rebelo de Sousa no 10 de junho na Madeira.




Está concretizada uma reivindicação das associações de lesados do Banif e do BES, dada a conhecer ao Presidente da República, na Madeira, quando o Chefe de Estado se deslocou para as comemorações do 10 de junho, Dia de Portugal. Os lesados reuniram-se com Marcelo e receberam o apoio para a criação de um grupo de trabalho, que também teve a aprovação do primeiro-ministro.

Hoje, o Expresso revela que será criado um grupo de trabalho para analisar a situação dos lesados do Banif e do BES. O grupo é constituído pelo Banco de Portugal (BdP) e

pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e foi

promovido pelo Governo, conforme anunciado esta sexta-feira.

"O Governo promoveu a constituição de um Grupo de Trabalho, com o

Banco de Portugal e a CMVM, com o objetivo de analisar e de procurar

dar resposta às questões relacionadas com as perdas sofridas por clientes

com produtos do BES e do Banif, em particular aqueles residentes nas

Regiões Autónomas, África do Sul e Venezuela", indica o Ministério das

Finanças na nota.

Além do BdP e da CMVM, o gabinete de João Leão refere, segundo o mesmo jornal, que farão também parte desse grupo as associações representativas de clientes do

BES e do Banif, nomeadamente as associações ALEV (Associação de

Lesados Emigrantes na Venezuela), ABESD (Associação De Defesa Dos

Clientes Bancários) e ALBOA (Associação dos Lesados do Banif).


8 visualizações