Buscar
  • Henrique Correia

Jardim denuncia "mediocridades divisionistas e imbecilidade" dos "meninos do Passos Coelho"

"Rui Rio deve montar rapidamente uma estratégia com Miguel Albuquerque e José Manuel Bolieiro, tal como fez Sá Carneiro com Mota Amaral e comigo"


Se dúvidas existissem em matéria de situações mal resolvidas no PSD-Madeira, que remontam à "montada" de 2015 por parte de uma nova "legião" social democrata preparada para um "anti-jardinismo" primário, também alimentada pelos últimos anos de governação musculada de Jardim, o escrito de Alberto João Jardim, de hoje, no JM, tirou todas as dúvidas. Há situações mal resolvidas no PSD Madeira e Jardim deixou isso bem claro, como tem deixado em outros momentos, quer através de posições nas redes ditas sociais, quer na sua coluna habitual no recém criado JM.

Depois de, recentemente, no Twitter e no Facebook, Jardim ter falado em "idiotas úteis ao PS, militantes do genocídio social Passos Coelho - este, sim, insulto à social democracia - como colonialistas contra a Autonomia dos Açores, tudo para retomar "tacho" no PSD", eis que a propósito das eleições açorianas e da negociação de governação à direita, com PSD, CDS e PPM e apoio parlamentar do Chega e da Iniciativa Liberal, Jardim escreve um artigo no JM referindo que "Rui Rio deve montar rapidamente uma estratégia com Miguel Albuquerque e José Manuel Bolieiro, tal como fez Sá Carneiro com Mota Amaral e comigo. Porém, sempre, como então, o Interesse Nacional à frente do Partido. E que, na ocasião, a maioria dos Portugueses entendeu como de Salvação Nacional".

Jardim escreve que "o que proponho, é decisivo", acrescentando que "na Madeira, não pode haver mais lugar a mediocridades divisionistas "renovadinhas", chapeladas internas saloias e saudosismos pela imbecilidade e genocídio social dos "meninos" do Passos Coelho - os tais para quem nós, os mais velhos, somos a "peste grisalha". Mais forte que isto, mais recado menos recado, é impossível para dentro do partido na Região. O que Jardim não nomeia, mas que as fações do PSD Madeira conhecem, é quem são os "meninos do Passos Coelho" que apontam o dedo à "peste grisalha". Curiosa esta expressão de Jardim.

13 visualizações