Buscar
  • Henrique Correia

Machico viveu o ponto alto da Festa do Senhor dos Milagres

Cumpriu-se a tradição com a presença de muitos devotos





Machico viveu, esta noite de quinta-feira, o grande momento das festividades do Senhor dos Milagres, com a tradicional procissão marcada pela presença de muitos devotos. A festa é a 8 e 9 de outubro e representa o assinalar da destruição da capela pela aluvião de 1803.

O crucifixo acabou por ser arrastado para o mar. Somente alguns dias depois, é encontrada em alto mar por um navegador que acaba por a entregar à Sé do Funchal. Mais tarde, este crucifixo surge na capela com um novo nome, o Senhor dos Milagres, face ao milagre de ter sido recuperado depois de tanta tragédia" (Wikipédia)

9 visualizações