Buscar
  • Henrique Correia

Marcelo quer afirmar a unidade nacional com as especificidades das ilhas


Marcelo disse ser preciso encurtar a pandemia, desconfinar com sensatez e recuperar os adiamentos não Covid-19.



O Presidente da República defendeu, hoje, no discurso da tomada de posse para o seu segundo mandato, "a afirmação da unidade nacional com a salutar especificidade das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira".

Marcelo Rebelo de Sousa apontou vários desafios para este novo ciclo de cinco anos, disse que a pandemia trouxe ao de cima vários "Portugais", sendo um importante desafio tornar num só Portugal.

Marcelo disse ser preciso encurtar a pandemia, desconfinar com sensatez e recuperar os adiamentos não Covid-19.

O Chefe de Estado assumiu, enquanto desafio deste mandato, a coesão social, disse ser decisivo, para os próximos anos, reconstruir a vida das pessoas, o emprego, o rendimento, as empresas, a saúde mental.

Alertou para a importância de boa execução dos fundos, com transparência e eficácia.







3 visualizações