Buscar
  • Henrique Correia

O tempo de espera para atendimento presencial nos reembolsos anda nos 30 dias



O IASAÚDE explica que os prazos de entrega das despesas de saúde que caducavam no período após 12 de janeiro, estão suspensos, enquanto a situação de confinamento atual se mantenha.




O NÓS Cidadãos veio hoje a público criticar o longo período de espera, por parte dos utentes, para o agendamento dos reembolsos, pedido que se solicita online. O partido fala em mês e meio, é bem possível, uma vez que tivemos acesso a uma marcação online a 19 de fevereiro e a data disponível para atendimento presencial fo a 18 de março, não estando disponível qualquer agendamento nem para a Ribeira Brava nem para Machico, os dois primeiros postos abertos recentemente fora do Funchal e só em dias determinados.

A crítica do NÓS Cidadãos faz sentido e é real, dizem utentes com exemplos práticos. E a verdade é que o IASAÚDE publicou um esclarecimento público que não coloca em causa a observação do tempo de espera apontada pelo NÓS Cidadãos. A resposta incide nas alternativas disponíveis, expõe os meios que há muito são utilizados, dá números de atendimentos diários, mas não fala no tempo de espera, que independentemente de estar a ser prestado o melhor serviço público possível, a verdade é que o possível, se calhar, continua a ser demasiado curto para a procura. Com maior procura, o problema está na resposta, que deve ser outra. Os utentes esperam e desesperam pela marcação online, esperam um mês e desesperam, depois, pela receção do reembolso, que é outro problema.

Mas o IASAÚDE esclarece com o que pode. Num esclarecimento, deixa as opções disponíveis:

O IASAÚDE disponibiliza 2 mecanismos ao dispor de todos os utentes que permitem a entrega imediata dos seus pedido de reembolso das despesas de saúde.

São eles: 1. O REGISTO PRÉVIO, efetuado on line, onde o utente pode proceder ao envio das suas despesas de saúde através do registo prévio, acedendo a partir da sua casa e em qualquer hora do dia, ao portal "Despesas de saúde RAM”, devendo selecionar a opção "pré registo", preencher e submeter o formulário. De seguida, poderá remeter os originais da Despesa por correio ou entregá-los em envelope fechado no IASAUDE sem necessidade de agendamento. A data que é contabilizada é a que fez o registo, sendo certo que o IASAUDE apenas poderá conferir a despesa e proceder ao respetivo reembolso quando estiver na posse dos originais.

2. O BALCÃO DIGITAL - O utente pode entregar os seus documentos de despesa num balcão digital localizado na Loja do Cidadão, que consiste na digitalização dos seus documentos de despesa de saúde, sem necessidade de agendamento prévio. Este, serviço está disponível dentro do horário de atendimento da Loja do Cidadão. O IASAÚDE assegura o atendimento presencial entre 150 a 200 utentes por dia, no edifício principal.

A nossa estratégia passa pela descentralização dos balcões de atendimento, pelo que neste momento é possível pedir reembolsos nos concelho de Machico e da Ribeira Brava, com elevada procura por parte da população.

Face a boa aceitação deste novo serviço por parte da população, o IASAÚDE prevê abrir, ainda este mês, mais 2 balcões para entrega de despesas de saúde, no dia 18 de março na Calheta e no dia 23 de março em Santana.

O IASAUDE reforça que os prazos de entrega das despesas de saúde que caducavam no período após 12 de janeiro, estão suspensos, enquanto a situação de confinamento atual se mantenha.

Após o términus do período de confinamento, será concedido um período adicional de 60 dias para entrega das respetivas despesas.




6 visualizações