Buscar
  • Henrique Correia

Os 97 tripulantes de dois veleiros no porto do Funchal testaram negativo e foram a terra


APRAM deu as boas vindas. “Wilde Swan” sai esta quarta e o "Gunilla" fica até 28 de novembro




A presidente do Conselho de Administração da APRAM, deu esta terça-feira as boas-vindas aos comandantes dos dois veleiros holandeses que estão atracados no cais sul.

Segundo nota publicada nas plataformas digitais da Administração de Portos, Paula Cabaço foi acompanhada pelos agentes de navegação da Blatas Shipping, na habitual troca de presentes  com os comandantes do “Wilde Swan”, no caso foi o segundo comandante, o português Francisco Miguel dos Santos Oliveira, e do “Gunilla”, Johannes Cornelis de Lind Van Wijngaarden que agradeceram a forma hospitaleira como foram recebidos nesta escala na Madeira.

A mesma informação dá conta que o “Wilde Swan” deixa a Madeira hoje, quarta feira, com destino às Caraíbas e após 96 horas de estadia na Madeira. O “Gunilla” parte no próximo dia 28, perfazendo nesse dia 120 horas na Região. A APRAM revela que "toda a tripulação fez o teste PCR à COVID-19, com resultado negativo. Por isso, os 97 tripulantes dos dois veleiros foram autorizados a ir a terra".

8 visualizações