top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

PAN quer "recolha e tratamento das artes de pesca em fim de vida"



Partido desafia o Parlamento Regional a legislar sobre o assunto.




O PAN Madeira emitiu um comunicado onde aborda a comemoração, a 8 de junho, do Dia Mundial dos Oceanos, "numa altura em que na Madeira se discute se dejetos são algas e se tentam transformar esgotos em sucesso ambiental, o PAN desafia o parlamento regional e os diferentes municípios a aprovarem a recolha e tratamento das artes de pesca em fim de vida, em especial as redes de pesca."

O partido refere que "temos assistido ao crescendo da poluição marinha e da concentração de micro e macro plásticos nos oceanos, que provocam um significativo impacto nos ecossistemas e biodiversidade marinha, originando zonas mortas nos oceanos e diversas lesões e mortes de animais marinhos. Constitui também um perigo para a saúde humana, onde já tem sido identificada a presença de microplástico e nanoplástico na corrente sanguínea e nos tecidos de órgãos (pulmão, fígado e rins). 

O material de pesca configura 27% do lixo marinho, onde cerca de 80% é constituído por plástico. A permanência das artes de pesca nos oceanos afeta não só os ecossistemas e a biodiversidade marinha, como provoca danos para os sectores da economia azul".

O PAN considera que o oceano deve ser um desígnio obrigacional da Região face à importância do mar têm para a Região, pois o sermos detentores, enquanto região, da maior reserva marinha da Europa, a mesma não deve servir apenas para a propaganda fácil, mas sim constituir um trabalho efetivo em defesa do oceano, da sua biodiversidade e da sua sustentabilidade.

1 visualização

Comments


bottom of page