Buscar
  • Henrique Correia

Porto Santo "fora" do Dia de Portugal e a (des) esperar pela promessa de Marcelo



José António Castro: "Que o Chefe de Estado use da sua magistratura de influência para que a TAP Air Portugal honre o seu nome e seja uma verdadeira companhia ao serviço de todo o território português".




O “Mais Porto Santo”, movimento lideradopor José António Castro, afirma associar-se ao Dia de Portugal e saúda a realização das cerimónias na Região Autónoma da Madeira mas lamenta que, "nos vários dias em que o chefe de Estado esteve na Madeira, não se tenha lembrado de promover uma iniciativa no Porto Santo.

Aliás, aguarda que Marcelo Rebelo de Sousa cumpra a promessa pré-eleitoral feita no Verão de 2020 de visitar a ilha em época baixa e sugere que o faça hoje ou amanhã, no regresso a Lisboa.)".

Uma nota daquele movimento recorda que o Presidente da República esteve de férias no Porto Santo no início de Agosto de 2020 e prometeu voltar em Fevereiro, fosse ou não fosse reeleito presidente nas eleições de 24 de janeiro de 2021.

O “Mais Porto Santo” gostaria que fossem abordados temas como transportes aéreos, mobilidade marítima e transferência de verbas do Orçamento do Estado para o Município do Porto Santo. E que o Chefe de Estado use da sua magistratura de influência para que a TAP Air Portugal honre o seu nome e seja uma verdadeira companhia ao serviço de todo o território português, não apenas em épocas de maior procura mas ao longo de todo ao ano".

7 visualizações