Buscar
  • Henrique Correia

Porto Santo une esforços e cria linha de apoio social para responder ao "risco"



Os presidentes da Câmara e da Junta, respetivamente Idalino Vasconcelos e Joselina Melim, lançam um apelo conjunto para que a população cumpra as recomendações



A Câmara Municipal e Junta de Freguesia do Porto Santo uniram-se para criar uma linha de apoio social, na sequência do surto de coronavírus que elevou o concelho a risco muito elevado.

Refere uma nota que tal medida "justifica-se tendo em conta as necessidades identificadas, bem como as recentes restrições que foram decretadas pelo Governo Regional, para evitar a transmissão da doença na nossa comunidade e ainda outras medidas que esperam ser mais restritivas".

Os presidentes da Câmara e da Junta, respetivamente Idalino Vasconcelos e Joselina Melim, lançam um apelo conjunto para que a população cumpra as recomendações da Autoridade de Saúde e do Governo Regional, bem como alertam para a necessidade de responsabilidade individual.

Esta linha funcionará no horário das 9h00 às 12:30 e das 14h00 às 17h30 – através do número 291 980 630, acessível a partir desta data, a todos os residentes, com os seguintes objetivos:

  1. Articular com o Munícipe (em especial aqueles que se encontram em fase de confinamento) a agilização das necessidades mais prementes nas áreas da mercearia, pagamentos de serviços essenciais e encaminhamento de pedidos de apoio logístico, do próprio município ou em articulação com as diversas entidades locais, voluntários e associações que demonstraram disponibilidade para o efeito, nomeadamente a Associação de Motards do Porto Santo;

  2. Encaminhamento dos pedidos de cariz social;

  3. Agilização de procedimentos com vista à Comparticipação Municipal em Medicamentos “Projeto Oficina Móvel + Saúde”;

  4. Assuntos relacionados com rendas sociais e pedidos de recalculo de rendas em função de perda de rendimentos ou alteração de circunstâncias;

3 visualizações