Buscar
  • Henrique Correia

Presidente do Turismo de Portugal vem ao Matadouro ver as obras que cofinancia


São 4 milhões para mudar a obra para um polo de criatividade, cultura e empreendedorismo.




Foi em 15 de julho de 2020 que o presidente da Câmara do Funchal apresentou a obra do antigo edifício do Matadouro, agora transformado em polo de criatividade, empreendedorismo, cultura e inovação. Uma obra de 4 milhões, cofinanciada pelo Turismo de Portugal, que na altura tinha um prazo de execução de 18 meses.

Hoje, 28 de julho, o Executivo Municipal visita as obras de reabilitação do antigo Matadouro, com a presença do presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo.

A recuperação do edifício compreende três grandes áreas: uma incubadora de microempresas de indústrias criativas, um espaço de performance artística e exposições e, finalmente, ateliers e oficinas de restauro e design de equipamentos. O vereador Rúben Abreu visitou a obra em novembro de 2020 e enalteceu “a ambição e o alcance deste enorme projeto para cidade, que assenta na histórica ideia de reabilitar o Matadouro, mas que, até à entrada em funções do atual Executivo, nunca tinha deixado o campo das intenções. Foi graças ao trabalho fundamental realizado ao longo dos últimos anos que o projeto ganhou uma visão e um propósito claros, e que foi possível coloca-lo finalmente no terreno", refere uma pública do Funchal.pt, o site informativo da Autarquia.

13 visualizações