Buscar
  • Henrique Correia

PSD denuncia "bullying" sobre os trabalhadores da Sociohabita


“Porque é que a administração quer tanto que estes trabalhadores saiam da empresa e regressem à Câmara Municipal? Porque é que estão a contratar novas pessoas para a empresa municipal?"



O Grupo Municipal do PSD deu conhecimento hoje que na reunião da Assembleia Municipal questionou a administradora da Sociohabitafunchal, bem como o vereador dos recursos humanos da CMF, "sobre a situação dramática em que vivem os trabalhadores desta empresa municipal, uma situação que se arrasta no tempo, pese embora as promessas assumidas de resolução, que o deputado municipal Fábio Bastos trouxe ao debate, na Assembleia Municipal que está a decorrer, pedindo esclarecimentos e responsabilidades".

“Para além de verem negados direitos já assumidos pela Sociohabita – que depois sem razão aparente lhes foram retirados – após a luta empreendida para demonstrarem que tinham de facto razão e que a Câmara e a Sociohabita tinham agido de forma incorreta, depois de pareceres vinculativos que deram razão aos trabalhadores e, finalmente, após em novembro de 2020, a administradora Madalena Nunes ter prometido a esta assembleia que, até ao final do ano, a situação estaria resolvida, a verdade é que estamos a 30 de abril de 2021 e a situação não só não está resolvida como está ainda pior”, disse, a este propósito, o deputado municipal do PSD.

“Porque é que a administração quer tanto que estes trabalhadores saiam da empresa e regressem à Câmara Municipal? Porque é que estão a contratar novas pessoas para a empresa municipal, se dizem não precisarem dos que lá estão?”, questionou, ainda, o deputado municipal do PSD.

5 visualizações